Web design responsivo: a arte de evitar que seu site jogue contra seus negócios

Web design responsivo: a arte de evitar que seu site jogue contra seus negócios

Se a sua empresa tem um site, mas ele ainda não é responsivo, cuidado, você pode estar perdendo vendas!

Ao mesmo tempo em que a tecnologia facilita e agiliza tarefas diárias, ela também molda novos padrões de comportamento, e isso exige das empresas um olhar mais atencioso para compreender o que é necessidade para seus clientes e de que maneira poderão oferecer experiências agradáveis e diferenciadas.

Mas o que site responsivo tem a ver com comportamento, e por que sua empresa deve se mexer urgentemente para ter um?

Aliás, o que é site responsivo?

Também chamado de web design responsivo, esse termo, que já não é mais tão novo, conceitua a inteligência de o site reconhecer o dispositivo do usuário – computador, notebook, celular, tablet – e a flexibilidade de se adaptar de acordo com as dimensões da tela, sem distorções de imagens ou prejuízos de textos.

Sabe aquele site que é super bacana quando acessado por um notebook, mas que deixa você irritado quando precisa acessá-lo através do seu smartphone, pois as letras ficam muito pequenas e você precisa dar zoom para ter leitura?

Então, esse site não é responsivo, e, portanto, não facilita a navegação e visualização do usuário! E no que isso implica?

Em uma experiência bastante desagradável àquele que poderia ser um cliente em potencial, e isso nos leva ao seguinte ponto: comportamento.

Seguinte, mais do que nunca, estamos inseridos no mundo virtual em busca de facilidade, praticidade, rapidez, economia de dinheiro e ganho de tempo.

E é justamente por isso que o simples ato de acessar um site precisa ser uma experiência agradável, ou, corre-se o risco de o cliente abandoná-lo antes mesmo que ele descubra o mais recente lançamento da sua empresa e todo o conteúdo rico que você oferece.

Diante de experiências ruins, a tendência é que o usuário desconsidere uma nova tentativa, e o que poderia ser a porta de entrada para uma parceria de sucesso, simplesmente falha.

Um site que proporciona experiências ruins ao usuário, além de correr o risco de perdê-lo de vez, reduz as chances de reconhecimento pelo Google, pois dentre as muitas métricas usadas pelo site de buscas para posicionar bem uma página é justamente o comportamento do usuário dentro do site.

Quantidade de acessos, tempo em que o usuário gasta em seu site, ou a rapidez com que ele o abandona, são pontos que podem reduzir a relevância do seu site, e portanto, corre-se o risco de não aparecer nas primeiras página, o que resulta em perda de clientes e consequentemente vendas.

Portanto, lembre-se de amarrar todos os pontos para construir e manter uma indústria de sucesso.

Além de toda a parte técnica específica de seus produtos e equipamentos, lembre-se de invista em quem tem expertise também na parte técnica que envolve a comunicação e o marketing da sua indústria, dessa forma, sua empresa certamente colherá resultados ainda melhores.

Close Menu